quarta-feira, 28 de outubro de 2009

O Grande /// MURO ///

O GRANDE - MURO

Enquanto um homem – Neemias – buscava pela reconstrução do grande muro e, consigo, trazia trabalhadores que se irmanavam na mesma fé, dois homens – Tobias e Sambalá – procuravam denegrir a necessidade desse ato.

Muitos desanimavam e se entregavam a críticas, mas, os que perseveraram até o fim, foram galardoadores da concretização da obra em tempo pré-estabelecido – 52 dias.

Quantos somos os Neemias e quantos os Tobias e Sambalás. Ainda hoje os vemos por toda parte; Neemias anônimos que se infiltram na multidão, que buscam a reconstrução de vidas caídas, vidas que foram sendo tragadas pelos problemas do cotidiano, pelos vícios, pela divisão familiar, pela adversidade financeira, pela fraqueza espiritual – muros caídos e queimados.

Tobias e Sambalás que buscam lançar por terra obras de reconstrução de muros, com palavras negativas, derrotistas, invejosas – quantos os vemos em toda parte.

Porém, não importa os dias, se cinqüenta e dois, ou tantos quantos forem necessários, para uma reconstrução, o que realmente importa é que o muro venha estar em pé, livre de quaisquer Tobias ou quaisquer Sambalás. O que realmente tem significado é que sejamos Neemias, sempre atentos, ocupados em fazer a grande obra de reconstrução de muros caídos – vidas caídas – e, sobremodo, não nos deixar contaminar por vozes de dúvida que sempre surgem para nos desviar do objetivo da nossa reconstrução interior.

Por Inajá Martins de Almeida

e-mail: inaja.ima@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...